BLOG

A relação perfeita entre cozinha e área de serviço

Nas plantas de apartamentos, a integração entre cozinha e área de serviço se tornou inevitável por conta da falta de espaço. Neste apartamento, por exemplo, a arquiteta Marina Carvalho unificou os dois ambientes usando os mesmos revestimentos e o mesmo acabamento da marcenaria. Entretanto, uma porta em serralheria e de correr é responsável por preservar e separar os cômodos nas ocasiões oportunas | Fotos: Evelyn Müller

Comumente integrada em apartamentos, a arquiteta Marina Carvalho mostra, através de seus projetos, como é possível estruturar os ambientes de maneira inteligente, criativa e sem interferências

união entre cozinha e área de serviço já é bem conhecida por moradores de apartamentos pequenos. E cada vez se configuram em uma fusão que, em um primeiro olhar, os fazem parecer um só. Por um lado, a proximidade com a cozinha é um fator positivo por conta da luz natural e da ventilação. Porém, uma dose de individualidade é bem-vinda para os moradores, que podem camuflar aquela ‘baguncinha’ que não precisa ficar exposta na área social, bem como não deixar à vista as roupas que estão no varal de teto. “Sem contar que a gordura e os odores produzidos na cozinha não são tão bem-vindos durante a secagem. Os ambientes podem viver próximos, mas precisam de uma certa delimitação”, afirma a arquiteta Marina Carvalho, à frente do escritório que leva o seu nome.

Nos projetos residenciais que elabora, a profissional sempre emprega soluções como painéis de vidro, elementos vazados como os cobogós ou as portas de serralheria e vidro, em diversas formatações, que atendem as especificidades do layout e a vida do morador. “Embora o desafio sempre seja aproveitar cada centímetro da planta, essa premissa não nos impede de contar com um elemento sutil para essa divisão de espaços”, comenta. Para não interferir na ventilação, uma grelha de ar ou opções de portas entreabertas são algumas das saídas elencadas por ela.

Acostumada a integrar lavanderia e cozinha em seus projetos, Marina apresenta ideias criativas e eficazes para fazer unir os dois cômodos. Confira:

Cozinha e lavanderia que se ‘fundem’ como um mesmo ambiente

Neste projeto, existe a possibilidade de integração ou separação dos dois ambientes por conta da porta de marcenaria e vidro: quando aberta, deixa os espaços integrados e, quando fechada, a lavanderia assume sua discrição no imóvel | Projeto Marina Carvalho Arquitetura | Fotos: Evelyn Müller

Para fazer integração da cozinha e lavanderia no apartamento de 70m², Marina Carvalho especificou os mesmos acabamentos, propiciando a sensação de continuidade. A prova disso é o azul da marcenaria que está presente nos dois cômodos, assim como a bancada de granito branco Itaúna e os azulejos estampados. Na delicada separação, ela optou por inserir uma porta de correr embutida e pintada da mesma cor dos armários. Para finalizar, o vidro canelado preserva e, ao mesmo tempo, permite a passagem da luz natural para a cozinha.

Integração com a porta camarão

Neste apartamento, a integração entre os dois ambientes foi necessária para contribuir no ganho espaço. Por conta disso, Marina Carvalho especificou uma porta camarão para promover a divisão dos cômodos | Fotos: Evelyn Müller

Nesse projeto, o casal de moradores, não necessitava de uma área de serviço grande – atributo que permitiu diminuir sua área para acrescentar na cozinha. Por conta da área mais enxuta, a porta camarão foi a melhor escolha, uma vez que suas folhas não ocupam espaço. “Temos sempre que considerar a passagem para circulação. E por aqui, o modo de compactação da porta deixou o projeto bastante confortável”, orienta a arquiteta.

Copa que conecta os dois ambientes

Sem divisórias, a cozinha e a lavanderia são conectadas pela pequena copa. Com uma transformação total nos dois ambientes, Marina Carvalho efetuou a integração de forma criativa | Fotos: Evelyn Müller

A integração entre cozinha e lavanderia dessa residência passa por uma copa. A arquiteta retirou a maior parte das paredes que delimitavam os espaços e trocou por elementos vazados, garantindo luz natural e leveza nos dois ambientes. Outra mudança relevante, e que ajudou na conexão entre os cômodos, foi passar a circulação principal da cozinha para o cômodo, já que anteriormente ficava em um dos cantos e contava com as portas de passagem para a área de serviço. Antes da reforma, o tanque e a máquina de lavar roupa eram posicionadas no lugar da atual bancada de refeições rápidas e, para ampliar a área, Marina adicionou o antigo dormitório de serviço.

Cozinha e lavanderia com os mesmos revestimentos

Aplicar os mesmos revestimentos nos ambientes é valioso para a sensação de continuidade, estratégia adotada pela arquiteta Marina Carvalho em mais esse projeto | Fotos: Evelyn Müller

Neste projeto, a integração dos dois ambientes acontece pela especificação dos mesmo materiais. Como a moradora comprou uma lavadora de abertura frontal, a bancada da cozinha foi prolongada e separada apenas pela porta de serralheria com estrutura metálica anodizada e vidro mini boreal. De acordo com a arquiteta, é importante sempre trabalhar com o mesmo material do revestimento nos dois cômodos. “Ao empregarmos a mesma paleta, conseguimos ter uma unidade visual e deixamos os espaços maiores; fazendo com que o espaço fique maior”, finaliza Marina.